A decadência da tauromaquia continua: em Espanha como também em Portugal

A praça de touros de San Sebastián de los Reyes (um município de Madrid, popularmente chamado de “Sanse”) meio vazia durante uma das “capeias” do passado fim-de-semana, por ocasião das “festas dos padroeiros”, apesar dos mais de 20.000€ de subsídios públicos da Câmara (PSOE+Ciudadanos), mostrando que não existe nenhuma “paixão taurina” num município com mais de 83.000 habitantes, apesar das muitas pessoas vindas de fora e da grande promoção institucional.

Foi lamentável ver como as pessoas ali se dirigiram com bebidas alcoólicas, com crianças que ainda não tinham deixado a chupeta, com crianças em carrinhos de bebés …»

Enfim, nada que em Portugal também não se passe.

Dois tristes países que ainda não se libertaram destas práticas medievalescas, que não dignificam a Humanidade.

Sanse antitaurino.jpg

Uma imagem que mostra a decadência de uma prática grotesca, gerada num tempo em que predominavam as trevas mais negras.

Fonte:

https://www.facebook.com/sanse.antitaurino/photos/a.1468001506846198/2380446462268360/?type=3&theater&ifg=1

Fonte: Arco de Almedina