A CRUELDADE DA TOURADA, PERMITIDA POR UMA LEI SELVÁTICA

ONDE ESTÁ A RACIONALIDADE DOS GOVERNANTES, QUE FAZEM LEIS PARA LEGITIMAR A VIOLÊNCIA, A TORTURA E A IMBECILIDADE PRÓPRIA DE PSICOPATAS?

 

Fonte: http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/a-crueldade-da-tourada-permitida-por-460560

Seria bom que este vídeo fizesse com que muita gente que aplaude a Barbaridade que é a Tauromaquia caísse na Realidade e passasse a lutar contra ela, em vez de ir para as praças aplaudir o Horror; a Monstruosidade da Tauromaquia!

Seria bom que este vídeo fizesse com que muita gente que aplaude a Barbaridade que é a Tauromaquia caísse na Realidade e passasse a lutar contra ela, em vez de ir para as praças aplaudir o Horror; a Monstruosidade da Tauromaquia!

Este vídeo mostra, com toda a clareza, o quão o mundo da Tauromaquia, é Brutal; Hediondo; Monstro; Cruel; Execrável; Psicopata; Sociopata e Hudopata.

Mas vejam-no, e tirem as vossas próprias conclusões. Mas não o vejam com os olhos e nem com as mentes insensíveis que têm. Vejam-no com o coração. E depois de o verem, deixem de ir ás praças de touros; deixem de aplaudir a tauromaquia.

Juntem-se a nós. Venham lutar contra esta Barbaridade. Esta Monstruosidade!

Shutdown Bullfighting 2º

Quando se tem ética, não se aprova a tortura, a barbaridade!

 

A TORTURA, a BARBARIDADE. A PSICOPATIA, a SOCIOPATIA DA TAUROMAQUIA!

_8275465_orig 00 0 2 550 1000 523126_10150693088477076_270285617075_9479774_77484021_n 534187_472719489429109_457978661_n 1311195_370 3669754_370 9587922_E5VHd 10410145_10202073740073731_3388087968741668926_n 16687078_cMJEQ 17264585_sORhn 351874332616D674303F11282C25FB_h272_w430_m2_q80_cdzcpQeki Alcochete_13-08-2009 (579) ap_bullfighting_080314_ssh Bull(pain) bull bullfighting-dead-bull Caldas_Corrida_CAP2 dyingbull.png f6568 forcado Imagem 2º Imagem 6º Imagem 7º Imagem 10º Imagem 13º IMAGEM PARA VER E REFLECTIR! images (2) images

A TORTURA, a BARBARIDADE. A PSICOPATIA, a SOCIOPATIA DOS CIRCUS COM ANIMAIS!

546397-286-27 009836-ringling-bros-circus 45ef95baec66b1cad8bc097d9bd028ba 2783101_370 4001262563 animal-abuse-in-circus-chains-must-stop animal-cruelty3 article-0-07AEFDE3000005DC-492_634x447 article-1357841-0D38A2B0000005DC-161_634x427 circus_ellbwelly1 Circus-Lions-and-Tigers-by-Dee-DeSantis cruelty-on-baby-elephant-6[1] elefante-piccolo-maltrattato elefantes-16 elephants-chained-circus-588x370 event_142130562 event_142274072 letters_10_temp-1350284754-507bb5d2-620x348 nicaragua-moscow-circus-2009-3-11-20-33 Michael Cotterman Michael Cotterman Michael Cotterman Picture-2 tumblr_mdd32f6ZTE1rrs6fio1_500 whip3 yrLELANFCJGDmgs-556x313-noPad 14 - 1 (2)

Depois de terem visto todas estas imagens, pensem. Olhem para dentro dos vossos corações, e perguntem-se como se sentem por aprovarem tais actos cruéis???!!!

Quando se tem ética, é se frontalmente contra qualquer espectáculo que torture barbaramente seres sensíveis!

Quando se tem ética, não se aprova a tortura, a barbaridade!

Mário Amorim

EM PORTUGAL EXISTE UMA LEI QUE PERMITE AOS PSICOPATAS TORTURAREM EM PÚBLICO UM SER VIVO

Como se isto por si só já não fosse uma anormalidade desmedida, existe ainda um regulamento tauromáquico, recentemente “actualizado” (ou seja, remetido para um passado muito, muito remoto, caracterizado por uma crassa ignorância) que pretendeu atirar areia aos olhos de quem os tem abertos para a modernidade.

Esta é a máscara da maldade

Um destes dias ouvi um psiquiatra forense caracterizar um psicopata deste modo: uma criatura que não tem empatia pelo outro, pelo sofrimento do outro, e pior do que isso, sente um prazer mórbido com o sofrimento do outro.

Isto a propósito do psicopata inglês que assassinou brutalmente, cruelmente, com todos os requintes de malvadez (inclusive filmando os estertores de dor da vítima, enquanto a massacrava), um português que sofria de esquizofrenia “passiva”, isto é, um ser humano que não reagia agressivamente a coisa nenhuma.

Pois este “outro” pode ser um ser humano ou um ser não humano. A psicopatia é a mesma.

Os psicopatas tauromáquicos (os que praticam, os que aplaudem, os que legislam e os que promovem e apoiam esta selvajaria) não têm empatia pelos seres vivos, nem pelo sofrimento atroz que se inflige aos seres vivos, e pior do que isso, sentem um prazer patológico com o sofrimento dos seres vivos torturados (neste caso os bovinos e os cavalos), excluídos do Reino Animal, não se sabe bem a que propósito.

Estes psicopatas tauromáquicos são portadores de uma desordem de personalidade, caracterizada por um comportamento anti-social, uma diminuição da capacidade de sentir empatia/remorso e um baixo controlo comportamental.

Dito isto, e sabendo que estes psicopatas podem fazer o que fazem publicamente, protegidos por uma lei parva e ilegal, mas aprovada na Assembleia da República e vigente, como podemos respeitar ou aceitar uns governantes que transformam a psicopatia em algo viável socialmente?

Isto não é de doidos?

***

TOURADAS COM NOVO REGULAMENTO A MEIO DA ÉPOCA OU O DESPUDOR LEGISLATIVO

Abram o link e leiam

http://expresso.sapo.pt/touradas-com-novo-regulamento-a-meio-da-epoca=f885674

Fonte: http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/em-portugal-existe-uma-lei-que-permite-454024

***

Concordo totalmente consigo, Isabel. Faço minhas as suas palavras!

**

     17264585_sORhn       Imagem 1º Imagem 2º Imagem 3º Imagem 4º Imagem 5º Imagem 6º  Imagem 8º Imagem 10º Imagem 12º Imagem 13º Grupo de forcados Amadores do Aposento da Moita durante uma pega. Touro. Arena.

Estas imagens falam por si.

Estes Anti-Taurinos. Estes Psicopatas. Estes Sociopatas, não fazem a mais pequena ideia do que é a empatia. Não fazem a mais pequena ideia, do que é respeitar o bem-estar, a felicidade de dois belos seres sensíveis; o Touro e o Cavalo!

Mário Amorim

Horses – the forgotten victims of bullfighting

What is a bullfight, and who suffers in the bloody so-called sport, asks Maria Lopes.

 

In Anglo-Saxon countries bullfighting is regarded as a sport, perhaps due to lack of knowledge.

A horse is blind-folded before being used in a bullfight.

It is, after all, banned throughout the UK and the Commonwealth nations, as well as most of Europe. In countries where bullfighting is allowed it is increasingly becoming recognised as sheer barbarity. This savagery involves two beautiful animals, bulls and horses. While the bulls are guaranteed to die, the future of the horses is often no brighter.

Bullfights take place in three European countries, France, Portugal and Spain and in some parts of Latin America. In some states of North America a form of bullfight is permitted but the animal is covered with velcro and the spears used are imitation.

It’s commonly believed that in Portuguese bullfights bulls or horses don’t suffer, unlike the Spanish versions. This is unfortunately a myth since the suffering is the same in both bullfight styles.

The only difference is that in Spanish bullrings the bull is killed in the ring instead of in the slaughterhouse when the “entertainment” is over.

Every year more than 50,000 bulls are killed in bullfights in Europe alone. Countless horses die or suffer severe injuries.

This photo was taken during a bullfight in Spain. The horse was killed.

Bullfighters claim that bulls bred for bullfights are aggressive and fearsome animals. This is also untrue. They fight because they are fighting for their lives.

But bulls are not the only creatures to suffer in bullrings. The tormented bull does not understand that it is the man on the horse’s back that is causing his pain, only that he is in agony. He therefore sees the horse as his enemy as much as the man.

It’s not unusual for horses used in bullfights to be so badly gored by the bulls that they have to be killed, but only after they have been dragged from the ring and the view of the spectators.

Spanish bullfights also employ “picadors”, men on horseback armed with spears.

Scene from a Portuguese bullfight.

Scene from a Portuguese bullfight.

These horses are often gored even though they are protected by what is termed a “peto”, or a protective cape. These petos often do little more than hide the horses wounds.

The horses are blind-folded to prevent them from becoming terror stricken at the charge of the bull. It is commonly believed that their ears are stuffed with cotton-wool to prevent them from panicking and their vocal cords cut to stop them screaming with fear at the bull’s attack.

This is the fate of these beautiful animals. To be used to entertain a crowd that lusts for blood and claims that bullfighting is a tradition and “cultural heritage”.

What about the brave matadors, picadors and their ilk? Bullfighters are rarely injured and seldom killed in the ring. With their armoury of weapons to weaken the bull until it can no longer fight, their lives are not at great risk. In fact, in the last 50 years only 10 bullfighters have been killed worldwide.

Should you ever find yourself in a country where bullfighting is practiced, please do not be tempted to attend one of these sadistic displays. The continuation of bullfighting depends on government subsidies and the tourist industry. Don’t be an accomplice to this savagery by supporting it with your dollars.

 

Maria Lopes is the Co-ordinator of the International Movement Against Bullfights
© www.iwab.org 2006  This article may not be reproduced in any form without prior permission.

Fonte: http://horsetalk.co.nz/2013/03/11/horses-forgotten-victims-of-bullfighting/#axzz36cDJk9Ae

Further information: International Movement Against Bullfights. Read the “ongoing campaigns” section

 

Originally published on Horsetalk.co.nz in June, 2006

Fonte: http://horsetalk.co.nz/2013/03/11/horses-forgotten-victims-of-bullfighting/#axzz36cDJk9Ae