Austrália: 17.000 galgos bebés são mortos por ano pela indústria das corridas

Entre 13.000 a 17.000 galgos recém-nascidos são mortos, todos os anos, na Austrália, de um total de 17.500 que nascem no espaço de 12 meses. Segundo uma investigação da televisão pública daquele país, a ABC, isso quer dizer que entre 74 a 96% de todos os galgos que nascem no país-continente são mortos por excesso de ninhadas.

A investigação tem como pano de fundo o relatório confidencial Greyhounds Australasia, órgão que fiscaliza as corridas de galgos na Austrália e Nova Zelândia, e da RSPCA (Greyhound Racing South Australia), cuja principal responsabilidade é garantir que o desporto é gerido de forma responsável e ética.

De acordo com Stephen Rushton, advogado que compõe a comissão especial deste inquérito, “apenas quatro em cada 100 galgos nascidos por ano vai participar das corridas até no máximo 42 meses de idade”. E completou: “Cerca de 96 dos 100 galgos saudáveis nascidos por ano serão assassinados pela indústria para a qual eles foram criados.”

Na mira do tribunal estão também depoimentos inéditos de práticas cruéis como a utilização de iscos vivos, o que desencadeou o inquérito depois de um relatório do programa ABC Four Corners ter revelado, em Fevereiro, que coelhos, porquinhos e opossuns foram usados como iscos vivos para fazerem os cães correrem.

Segundo o Anda, o treinador Wayne Smith admitiu que atirou um coelho vivo a sete filhotes de galgo de três meses de idade, que tinha em casa. “Treinei os filhotes bem cedo, esperando por um resultado melhor nas corridas”. Noutra ocasião, ele e o seu colega, o instrutor Adam Wallace, arrastaram um coelho vivo para a frente de um galgo através de um braço mecânico, para “educar” o cão.

Fonte: Greensavers

***

E querem trazer esta prática criminosa para Portugal. Concretamente para o Alentejo. Um país, que incivilizada-mente ainda mentem a tauromaquia, em pleno século 21. Um país, que incivilizada-mente, ainda não aboliu os circos com animais. Sinceramente. Depois, querem que Portugal seja um país civilizado. 

Um país que permite que no seu interior, existem práticas de abuso para com animais não-humanos, mais não é do que um país incivilizado!

Anúncios