PRESERVAÇÃO Bonobos são sequestrados e mortos por traficantes no Congo

Bonobos enfrentam diversas ameaças de sobrevivência. Além de terem seus habitats cada vez mais fragmentados devido a actividades humanas, a espécie, que vive apenas no Congo, também é alvo de traficantes e caçadores. Em uma entrevista ao jornal The New York Times, o especialista em tráfico de animais Daniel Styles conta que contrabandistas da vida selvagem são muito mais perigosos que a máfia ou cartéis de droga.

Ele conta que já investigou casos onde traficantes de animais negociam espécies on-line e enviam animais contrabandeados para várias partes do mundo. Durante uma operação, órgãos de defesa dos animais apreenderam um celular repleto de fotos de animais enclausurados e mortos. Eles mudam de esconderijos e rotas frequentemente e tornam-se invisíveis devido a diversas protecções de políticos e pessoas ricas que também lucram com essa prática cruel.

Os efeitos colaterais do sequestro e mortes de bonobos são significativos. Cientistas estimam que apenas 10 mil animais estejam vivendo livremente em seu habitat e os adultos têm um único bebê uma vez a cada quatro ou cinco anos. “Às vezes, os macacos bebes são capturados como subproduto do comércio ilegal de carne de macaco, às vezes são capturados sob comando para atender a uma ordem”, afirma o primatologista Ian Redmond.

E completa: “De qualquer forma, um bebê gorila, chimpanzé ou bonobo no comércio representa pelo menos dois adultos mortos. E como muitos órfãos morrem no caminho, e cada órfão é o resultado da morte de dois ou mais adultos, o número de macacos mortos se multiplica de maneira assustadora”, disse o especialista, que também é presidente da coalizão internacional de conservação Ape Alliance e trabalha activamente para a preservação da espécie.

O tráfico de bonobos alimenta principal duas actividades: consumo de carnes exóticas e zoológicos. Sally Coxe, fundadora e presidente da Bonobo Conservation Initiative (BCI), afirma que encontrar animais em cativeiro para entretenimento humano é cada vez mais comum. “Bonobos de origem desconhecida foram vistos na China e na Tailândia, por exemplo. Para cada bebê bonobo capturado, pelo menos um e geralmente mais adultos bonobo, eram mortos”, disse.

Ela diz ainda que entre o meio académico é frequentemente levantada a questão sobre o tráfico internacional de bonobos. “O comércio de animais selvagens de animais raros e exóticos representa uma séria ameaça aos bonobos e esta é uma área que requer maior vigilância em todos os aspecto”, conclui a especialista.

Fonte: ANDA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.