CRUELDADE Parque encerra shows com golfinhos, mas ainda permite interacção com o público

Embora os animais pareçam amigáveis nas fotos tiradas pelo público, as actividades são stress-antes para os golfinhos

O parque temático Ocean Park , localizado em Hong Kong, comunicou que encerrará seus shows com golfinhos e leões-marinhos, no entanto, continuará permitindo que os visitantes abracem os golfinhos.

Segundo o site Daily Mail, a actividade com os golfinhos é bastante criticada pelo defensores dos direitos animais, uma vez que os animais sofrem violência física e mental com a vida em cativeiro. Além disso, de acordo com a Born Free Foundation (Fundação Nascimento Livre), as actividades com o público são stress-antes para os golfinhos.

“A decisão do Ocean Park de encerrar seus shows de golfinhos, mas manter os animais como um artifício turístico é uma oportunidade ética perdida”, disse Jason Baker, vice-presidente da PETA, em entrevista concedida ao Daily Mail.

A organização Hong Kong Animal Rights Education (Educação sobre Direitos Animais em Hong Kong) escreveu um comunicado no Facebook dizendo que a decisão do parque foi um passo importante, mas também sugeriu que o cativeiro acabe gradualmente.

De acordo com o parque, existiam 7.600 animais, incluindo 63 mamíferos marinhos, 59 mamíferos terrestres e 454 pássaros e outros.

Ainda após as críticas, o parque sofreu um declínio de mais de 30% desde que os protestos pró-democracia eclodiram, informou recentemente o South China Morning Post.

Com isso, o governo de Hong Kong planeia ajudar o parque com de US $ 1,4 bilião e, além do mais, o parque tem a pretensão de adicionar mais 26 novas atracções.

Fonte: ANDA