Centro de Paralisia Cerebral de Beja alia-se à crueldade de uma tourada para angariar fundos

Este infeliz cartaz onde estão duas vítimas da violência das touradas – o touro e a criança – e que liga o Centro de Paralisia Cerebral de Beja e da Associação Acreditar a esta prática medievalesca é simplesmente abjecto.

CARTAZ DE BEJA.png

(Retirei deste cartaz os nomes dos trogloditas que participarão nesta vergonha, porque não faço propaganda a torturadores de Touros.)

Como é possível isto acontecer em Portugal, depois de o 25 de Abril de 1974? De que valeu uma Revolução se não se cortou todos os maus laços com o passado?

Não, não recomendo o Centro de Paralisia Cerebral de Beja, nem a Associação Acreditar, enquanto o Centro de Paralisia Cerebral de Beja e a Associação Acreditar não se desligarem desta prática cruel, violenta e sanguinária que é a tortura de Touros, para divertimento de sádicos e psicopatas.

Aceitar dinheiro sujo do sangue e sofrimento de um ser vivo, é indigno de seres humanos, e as crianças não merecem tal ignomínia.

É muito triste ver que em Portugal ainda são permitidas estas práticas sanguinárias, violentas e cruéis para fazer caridadezinha hipócrita, com a angariação de fundos para instituições de solidariedade social.

E mais triste ainda é ver que estas instituições alinham com a crueldade exercida sobre seres vivos tão inofensivos, inocentes e indefesos, como as crianças que acolhem.

Inadmissível. Vergonhoso. Inacreditável. Indigno. Ignominioso. 

Isabel A. Ferreira

Fonte da notícia:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=2221445888151880&set=a.1376465945983216&type=3&theater

Fonte: Arco de Almedina

OS ANTI-TAURINOS DA “PROTOIRO” E DONALD TRUMP

Resultado de imagem para donald trump"

O que os anti-taurinos da “Protoiro” e o Donald Trump têm em comum? -A MENTIRA.

O Donald Trump, só em 2019, no Twiter mentiu 13.000 vezes.
E os anti-taurinos da “Protoiro”, tudo o que fazem, tudo o que dizem, como e estudo de ontem confirmou, é uma mentira. Aliás, os anti-taurinos da “Protoiro”, não fazem outra coisa se não mentir.
Os anti-taurinos da “Protoiro”, são o Donald Trump cá do burgo!

Resultado de imagem para pinocchio"

Se não vejamos!
Porque será que os anti-taurinos da “Protoiro”, não pediram, por exemplo à Universidade Católica do Porto, para fazer o estudo que foi revelado ontem?
Porque mais uma vez, pediram à Eurosondagem para o realizar, e não por uma empresa que não tivesse nada ver com a tauromaquia, directa ou indirectamente? Ou à universidade católica do Porto, por exemplo?
-Simples. Porque queriam estar em cima dos acontecimentos. Porque dessa forma teriam a certeza que obteriam os resultados pretendidos.
Resultado.
Os resultados do estudo foram previamente combinados e comprados.
Os nº/s de telefone, tal como disse ontem, não foram ao acaso.

Este é o modus operandi dos Anti-Taurinos da “Protoiro”. Aliás; sempre o foi.
A máfia que eles são ficou mais uma vez provada, no estudo de ontem, que é completamente FALSO, absolutamente nada CREDÍVEL e SÉRIO!
Para atingirem os seus objectivos, os anti-taurinos da “Protoiro”são capazes de tudo!

Mário Amorim

NOVAMENTE PELA EUROSONDAGEM…67% dos inquiridos não votaria num partido que acabasse com as touradas, diz estudo

NOVAMENTE NA EUROSONDAGEM.
A “Protoiro”, mais uma vez volta a combinar um FALSO estudo. E mais uma vez a escolha da EUROSONDAGEM não foi por acaso.
O director da EUROSONDAGEM é um conhecido defensor da tauromaquia.
Qualquer estudo feito pela EUROSONDAGEM, para os defensores da tauromaquia, e não por uma empresa de estudos/sondagens, que nada tenha a ver com a tauromaquia, o seu resultado é previamente combinado.
Os telefonemas são realizados só em zonas de tauromaquia, e obviamente que os nº/s de telefone, não são ao acaso.
Depois tentam fazer parecer que é um estudo sério e credível. Só os lorpas se deixam enganar!

Ou seja; este é mais estudo para aqui:

Resultado de imagem para Retrete

Resultado de imagem para Monte de merda

E para terminar deixo uma pergunta no ar: porquê que anti-taurinos da “Protoiro”, se recusam a realizar um estudo por exemplo no Google Docs? -Porque não podem controla-lo e nem manobra-lo, para ter o resultado pretendido!

Mário Amorim


Este é um tema polémico, mas o inquérito não deixa margem para dúvidas: 67% dos participantes não elegiam um partido que tivesse como medida a proibição das touradas, de acordo com um estudo realizado pela Eurosondagem, para a Federação Portuguesa de Tauromaquia.

Participaram 1100 pessoas, 30,3% das quais na resposta à pergunta “qual a sua postura em relação às touradas?”, dizem ser aficionados, já 33,7% respondem que o tema lhes é indiferente, 22,7% admitem não gostar mas respeitam a liberdade de escolha e 11% são totalmente contra a tauromaquia.

Relativamente à faixa etária dos inquiridos, é possível observar que 30% dos jovens entre os 15 e 30 anos dizem ser aficionados, cerca de 29% dizem que lhes é indiferente, 24% não gostam, mas respeitam a liberdade de escolha e 15% são contra.

Quando confrontados com a pergunta “já assistiu ou costuma assistir a touradas ao vivo?”. 50,5% afirmam que sim e 43,3% dizem que não, sendo que 6,2%  preferem não responder, ou dizem não saber a resposta.

Já na questão “o espectáculo taurino contribui para a imagem do nosso país?”, 56,3% dos inquiridos assumem que a tauromaquia contribui positivamente para a imagem de Portugal, 33,1% revelam não ter qualquer impacto e uma minoria de 4,4% das respostas diz que contribuem de forma negativa.

Em relação à pergunta “votaria num partido que tomasse medidas proibitivas contra actividade cultural, contra touradas ou largadas de toiros?”, 67,1% dos portugueses inquiridos respondem que não e apenas 14,5% respondem que sim. Já 18,4% dizem não saber ou não querem responder.

João Santos, presidente da ProToiro declarou num comunicado: «Por muito que uma ruidosa minoria continue a espalhar mentiras sobre a festa, a tauromaquia dá cada vez mais provas de que continua bem viva e a crescer, principalmente junto das novas gerações», diz citado pelo Público.

Por último, relativamente à assistência de touradas por menores, 1,1% dos inquiridos afirmam que deve ser “a família” a tomar a decisão, 20,2% consideram que deve ser o Estado e 8,7% das pessoas dizem não saber ou não querer responder. Por outro lado, 65,4% dos inquiridos afirmam já ter assistido ou ter por hábito assistir a touradas na televisão, 32,7% negam fazê-lo e 1,9% afirmam não saber ou não querer responder.

Fonte: Executive Digest

DIVULGAÇÃO COLECTIVA

Este artigo é importantíssimo.
É um artigo que alegra muito os nossos corações.
É para todos nós, que estamos despertos, uma alegria imensa, podermos fazer parte de tudo isto.
É emocionante, para todos nós, sementes estelares, estarmos a viver este momento grandioso para a nossa tão amada Mãe Gaia e para os seus filhos, humanos e não-humanos!

Muito Amor, Paz e Luz para sempre!
Mário Amorim


MENSAGEM DE JEN McCARTY

Meus queridos companheiros de viagem nesta jornada, isto é o que está apenas ao virar a esquina PARA TODA A HUMANIDADE.

Agora avançamos neste sagrado e precioso momento do seu tempo com notícias muito emocionantes para compartilhar com todos vocês – almas queridas que vêm sendo atraídas para estas palavras.

Estamos avançando para confirmar o que muitos de vocês estão intuindo actualmente, e isso, é que nós, como a Consciência Colectiva, estamos nos aproximando cada vez mais da linha do tempo da Divulgação colectiva.

Amados, gostaríamos de lembrar-lhes que a divulgação colectiva iminente terá dois elementos.

Um elemento será a exposição das elites sombrias pelos enormes e hediondos crimes cometidos à humanidade. Lamentamos, irmãos e irmãs, não há nada que possamos fazer para suavizar o golpe a que muitos de vocês estão prestes a ser expostos – particularmente com respeito ao tratamento de crianças vulneráveis que estiveram no sistema de atendimento social e as acções desprezíveis que foram perpetradas por muitos dos políticos e das chamadas celebridades.

Todavia, podemos lembrar-lhes nessa conjectura que a revelação dessas informações é garantir que esses crimes horríveis nunca mais aconteçam, principalmente com crianças inocentes, por isso, gostaríamos de convidá-los a encontrar uma sensação de alívio ao saber que esta linha do tempo de divulgação vai garantir a protecção de muitas crianças vulneráveis.

Além de o colectivo ser exposto às enormes atrocidades que têm sido infligidas à humanidade, também seremos expostos ao fato de que há uma enorme quantidade de tecnologias de fora do planeta que foram submetidas à engenharia reversa ou que nos foram presenteadas pelos nossos irmãos e irmãs extra-terrenos.

Essas tecnologias foram escondidas e negadas à humanidade durante um período muito longo. Essas tecnologias incluem a capacidade de reverter a idade, a capacidade de curar instantaneamente, a capacidade de recuperar membros perdidos, a capacidade de corrigir quaisquer desequilíbrios genéticos e curar todas as doenças em seu núcleo celular.

Existem tecnologias à disposição que capacitam os seres humanos a atravessar acessos e Portais Estelares para chegar à Lua em minutos, bem como viajar interdimensionalmente por todo o Universo.

É inevitável que haverá elevados níveis de frustração, quando muitos dentre vocês descobrirem que essas tecnologias foram negadas à humanidade por tanto tempo. Muitos de nós assistimos nossos entes queridos serem enchidos de radiação e quimioterapia a fim de erradicar doenças, além de serem bombardeados com drogas farmacêuticas altamente tóxicas e venenosas.

Breve veremos que nada disso era necessário e que tudo (inclusive a saúde e o bem-estar da humanidade) foi controlado e manipulado com o propósito de se obter lucro e controle.

Amados irmãos e irmãs, vocês da comunidade Sementes Estelares, estão superando todas as nossas expectativas mais extravagantes na frente evolutiva da ascensão. Estamos testemunhando muitos de vocês agora se estabilizando na consciência da quinta dimensão – no campo do ponto zero da consciência, com a compreensão e restauração da memória plena de que todos de facto somos avatares multi-dimensionais despertos, cuja consciência está operando simultaneamente em linhas do tempo multi-dimensionais.

Por favor, saibam que é extremamente poderoso – uma pessoa se estabilizar no ponto zero e saibam que cada indivíduo que se estabiliza cria um campo de força de equilíbrio e equanimidade espirituais por literalmente cem milhas (cento e sessenta quilómetros) nas proximidades locais (sem mencionar as enormes regiões que atinge nos domínios mais elevados).

(Continua…)

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
Instagram – @blogdecoracaoacoracao
Informações e Agendamentos para Mesa Quântica Estelar – lecocqmuller@gmail.com
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com – www.adavai.wordpress.com

LUZ!
STELA

Fonte: A Tribo do Arco-Íris


E depois, não deixem de ler este outro artigo no meu outro blog!

AQUI NESTE LINK

EXPLORAÇÃO ANIMAL Empresas de turismo são acusadas de maus-tratos a golfinhos

Os destinos dos animais são o entretenimento para turistas e o comércio de carne


Câmaras de activistas registaram momentos em que pescadores capturaram golfinhos e os carregaram em barcos pela enseada de Taiji, no Japão. Lutando para escapar da rede que os prendia, os animais se machucaram e deixaram um rastro de sangue pela água. Os destinos destes golfinhos podem ser os parques de entretenimento ou a morte para a venda da carne.

De acordo com Tim Burns, gerente de campanha do The Dolphin Project, ao qual pertencem os activistas que registaram as imagens, “a estimativa é de que, para cada mil mamíferos marinhos capturados, cerca de 200 entram em cativeiro e o restante tem sua carne comercializada”. A venda dos animais pode render aos pescadores até 190 mil libras.

Acredita-se que a empresa de viagens TUI seja o único grande empreendimento britânico a oferecer um pacote de férias para ‘experiências com golfinhos’. Ela possui parceria com o resort Atlantis Sanya, na China, que dispõe de um parque aquático para os hóspedes ‘conhecerem e interagirem’ com os golfinhos, enquanto os fotógrafos capturam o momento. A experiência custa 130 libras por dia.

O grupo britânico Dolphin Freedom UK pediu à agência de viagens que corte os laços com o zoológico SeaWorld e locais semelhantes. Apesar das acusações, o porta-voz da TUI afirmou que a empresa está “comprometida em trabalhar apenas com locais que concordem em apoiar a Orientação Global de Bem-Estar para Animais no Turismo, conforme formulada pela Associação de Agentes de Viagens Britânicos”.

Para Tim Burns, os turistas têm em suas mentes a imagem de que os golfinhos são ‘gentilmente recolhidos’ da costa e “desconhecem quantas criaturas morreram para que eles pudessem nadar com aquele golfinho que encontraram”, disse em entrevista ao Daily Mirror. Os animais são levados para a costa por caçadores que abaixam postes de aço na água e os atingem com martelos. Isso faz com que os mamíferos nadem para escapar do barulho e acabam presos pelas redes.

Aqueles que não vão para o comércio de entretenimento e sim para o comércio de carne são mortos com uma espiga de metal no pescoço. Vale ressaltar que o comércio é legal no Japão sob suas leis de pesca e está em vigor desde 1960.

Além dos pacotes de viagens para o oriente, a TUI também promove o Dolphin Discovery, que oferece programas de mergulho com golfinhos na América Central e nos Estados Unidos da América, além do SeaWorld. No entanto, ambas as empresas negam a compra de golfinhos nas caçadas de Taiji. A TUI informou que está em contacto com suas parceiras para melhorar o bem-estar dos animais e resolver os possíveis problemas.

Já o SeaWord, por meio de seu diretor, Chris Dold, negou relação com maus-tratos e afirmou que “o SeaWorld é reconhecido como líder na definição de padrões para o melhor tratamento de mamíferos marinhos”.

Fonte: ANDA

Aeroporto do Montijo – PAN pede a demissão do presidente da Agência Portuguesa do Ambiente

Esta foi a reacção do PAN à declaração de impacte ambiental favorável condicionada ao projecto de construção do aeroporto no Montijo.

E todos nós, que lutamos pela VIDA, qualquer VIDA, e não comemos, nem bebemos, nem respiramos dinheiro, também pedimos a demissão de todos os que estão ao serviço de interesses financeiros acima dos interesses das pessoas, dos animais e do meio ambiente.

Aaves no Montijo.jpg

É também esta VIDA que está em causa com a construção do aeroporto no Montijo, e não só a má qualidade de vida que o aeroporto trará ao povo do Montijo.

Origem da imagem: Internet

PAN considera que, no seguimento do anúncio de parecer favorável condicionado pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) ao Aeroporto Complementar do Montijo, o actual Conselho Directivo da APA não tem condições para continuar no exercício de funções, razão pela qual este partido pede a demissão do presidente e da Direcção.

«A decisão da APA confirma aquilo para o qual o PAN tem há muito vindo a alertar: que não existe em Portugal uma entidade verdadeiramente independente capaz de assegurar a salvaguarda dos valores ambientais. Na verdade, a APA tem funcionado como a ‘lavandaria da imagem dos sucessivos governos’ e uma ‘debulhadora’ dos ecossistemas e dos valores naturais.

De resto, afirma o PANque esta decisão só pode mesmo surpreender quem já não se lembra do facto do memorando entre o Governo e a ANA ter sido assinado sem estar concluído o Estudo de Impacte Ambiental ou quem considere normal que o Governo, perante as evidências científicas que dão conta da subida do nível do mar, opte por construir um aeroporto em pleno estuário do Tejo.

É justamente por discordar da opção do Governo e por ter fundadas reservas sobre as conclusões que possibilitaram a Declaração de Impacte Ambiental favorável condicionada, que o PAN dará entrada de duas iniciativas legislativas.

Com isto o PAN pretende apresentar uma iniciativa, que tenderá a alterar o diploma que estabelece o Regime Jurídico de Avaliação de Impacto Ambiental (AIA), para que sejam revistas as condições em que os procedimentos de AIA são apreciados.

Não faz sentido para o PAN, por exemplo, que sejam os proponentes dos próprios projectos a desenvolver os Estudos de Impacte Ambiental.  O PAN também quer ver ainda revistos os actuais critérios de nomeação e de exercício de mandatos de altos cargos públicos, de forma a que, entre outros aspectos, fiquem devidamente ressalvados o exercício transparente e independente dos mandatos e a sua não perpetuação no tempo.

Informa ainda o PAN que contrariará também qualquer norma inscrita na proposta de Orçamento do Estado de 2020 que se destine à viabilização deste projecto.

Fonte: Arco de Almedina