Debate sobre touradas na TVI: José Pacheco Pereira (em nome da civilização) vs. Miguel Sousa Tavares (em nome da barbárie)

Pacheco Pereira 100. Miguel Sousa Tavares ZERO.

Não sei como Pacheco Pereira aguentou tanta ignorância, sem se alterar. A pobreza “argumentativa” de Miguel Sousa Tavares assentou, toda ela, na gigantesca ignorância que caracteriza a tauromaquia.

Isto não foi bem um debate. Foi uma confrontação entre a inteligência, a modernidade civilizacional e a humanidade, vs. a palurdice, o obscurantismo, a crueldade…

Eis a verdade científica para a falácia do Touro dito “bravo”, que na realidade NÃO existe na Natureza:

https://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/98835.html?thread=1885459#t1885459

Do que gostei mais foi quando o Miguel disse que um Touro “bravo” já investiu contra ele, e Pacheco Pereira disse que (o Touro) fez muito bem. Brilhante. E fez bem porquê? Porque todos os animais não-humanos, incluindo os Bovinos, família à qual os Touros pertencem, farejam, à distância, um troglodita-predador, e, instintivamente, investem para se defenderem.

Fonte: Arco de Almedina

Escolas de toureio: é o mesmo que atirar as crianças para um contentor de lixo

Não poderia estar mais de acordo!

Mário Amorim


Miséria moral, social e cultural que o Estado Português trata com uma gigantesca leviandade e hipocrisia.

A criança que se inclina sobre o animal, fazendo-o sofrer, saberá um dia estender a mão ao seu irmão?” (Albert Schweitzer (1875-1965), médico, teólogo cristão, filósofo e humanista).

LIXO.jpg

(Foto da Internet)

Fonte: Arco de Almedina

«Álvaro Covões Acha que a Tortura de Animais é um Produto Fantástico»

Enfim. Que tristeza!

Mário Amorim

«Álvaro Covões organizador de festivais de música como o Nos Alive é um dos compradores da espelunca que dá pelo nome de Campo Pequeno e será ele que vai gerir a praça de touros e o centro comercial

in Blogue Prótouro, pelos touros em liberdade

https://protouro.wordpress.com/2019/11/09/alvaro-covoes-acha-que-a-tortura-de-animais-e-um-produto-fantastico/

Covões.jpg

«Se alguém pensa que este é o homem que pode acabar com as touradas no bordel está completamente enganado, uma vez, que em 2013 numa entrevista dada à Visão o mesmo afirmou e citamos:

“Gosto de tourada, mas não sou aficionado. Não gosto de touros de morte, mas o toureio a cavalo e a pega acho um espectáculo. Se mandasse, investia nas imagens das pegas de caras para divulgar Portugal no mundo. Mostra bem o que é o povo português, a nossa coragem. Ainda não tive tempo para isso, mas até gostava de trabalhar com touradas. Do ponto de vista turístico, é um produto fantástico. Temos de valorizar as nossas tradições, e se pudermos ganhar dinheiro com isso…”.

«Álvaro Covões a tauromaquia não é produto fantástico para turistas, bem pelo contrário, a tauromaquia afasta turistas quer estrangeiros, quer nacionais. Será que este tipo sabe que muitos dos espectáculos musicais que têm lugar no Campo Pequeno e que são organizados por ele são boicotados por uma grande maioria exactamente porque os portugueses sabem que ao gastarem dinheiro na praça de touros este é injectado na tortura animal.

Se depois desta compra ele continuar a ter na programação do espaço touradas vai acabar por perder dinheiro, e provavelmente a dobrar, porque as pessoas acabarão também por boicotar todos os outros festivais por ele organizados noutros locais.»

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Fonte: Arco de Almedina

EM CORAÇÃO EMPÁTICO E BONDOSO, É ASSIM

Em coração empático e bondoso é assim:
-Quero tourear o touro. Quero espetar-lhe ferros e farpas. Quero velo a sofrer. Quero velo a sangrar. Será que é que é certo da minha parte querer isto? Será que o touro, não tem o mesmo direito à vida que eu? E se fosse eu que estivesse no lugar do touro. Será que iria gostar? Será que sou uma pessoa com valores, por fazer tão mal a um outro ser senciente?
Quando existe empatia e bondade no coração, estas perguntas são feitas, e respondidas com o coração!

Mário Amorim