SOLIDARIEDADE Cavalos selvagens se reúnem ao redor de companheiro que passa mal para ajudá-lo

Demais integrantes da manada estimulam o amigo com lambidas, mordidas leves e empurrões de cabeça até que ele se levante

https://www.dailymail.co.uk/embed/video/1828386.html

O vídeo acima captura um flagrante que ilustra de forma incontestável a capacidade dos animais de amar, se relacionar e agir de acordo com estímulos que envolvem sentimentos.

Após perceber que um dos integrantes da manada de cavalos selvagens, perde o equilíbrio afetado por um mal estar e cai no chão subitamente, os demais se reúnem ao redor dele para ajudá-lo com lambidas, mordidas leves e empurrões de cabeça, tudo numa tentativa solidária de socorrê-lo.

O raro espetáculo foi testemunhado na cordilheira de Westerwald, no estado de Rhineland-Palatinate (Alemanha).

Cavalos se reúnem ao companheiro de manada na tentativa de socorrê-lo | Foto: Ingo Gerlach
Cavalos se reúnem ao companheiro de manada na tentativa de socorrê-lo

Ingo Gerlach, 65, estava fotografando o rebanho de 18 cavalos islandeses quando percebeu que um deles havia se isolado dos demais.

O cavalo marron acizentado de dois anos de idade aparentava não estar bem, cambaleando com as pernas bambas.

O fotógrafo, que é de Betzdorf (Alemanha), conta que assistiu ao cavalo cair primeiro sobre os joelhos com as pernas da frente e em seguida desabar no chão.

De início. Ingo pensou que o animal estava apenas cansado ou rolando sobre suas costas para remover pulgas ou carrapatos, movimento comum entre os cavalos.

Mas depois que o cavalo permaneceu imóvel e caído, demostrando que havia algo errado, um de seus companheiros começou a se aproximar dele.

Cavalo se aproxima do companheiro caído e tenta ajudá-lo com estímulos usando a cabeça | Foto: Ingo Gerlach
Cavalo se aproxima do companheiro caído e tenta ajudá-lo com estímulos usando a cabeça

“O cavalo negro rapidamente chegou até o companheiro caído no chão e começou a motivá-lo a levantar-se” conta Ingo, que começou a filmar a cena imediatamente.

Imagens tocantes mostram o cavalo negro se aproximando do animal caído aparentemente doente e cutucando-o carinhosamente com a cabeça.

Ao perceber que o cavalo caído não estava respondendo ao estímulo inicial, o cavalo negro começa então a mordê-lo levemente nas pernas, o que leva o companheiro a sentar-se.

Mas assim que consegue ficar em pé, suas pernas começam a tremer e ele cai no chão novamente.

Dois outros cavalos então, um malhado e outro cavalo negro de crina bege – juntam-se à equipe de ajuda, mordendo as orelhas do amigo caído.

A tentativa de levantá-lo se repete várias vezes, com os três cavalos reunidos estimulando várias partes do corpo do animal caído cada vez que ele cai de novo.

Finalmente, após algum tempo de instabilidade, o cavalo fragilizado parece conseguir a força e o equilíbrio necessários para ficar e se manter em pé, os outros então se juntam, esfregando-se contra ele em uma clara demonstração de apoio e afeto, como se dissessem: “você não esta sozinho”.

Ingo enfrentou as temperaturas de 2ºC negativos na cordilheira montanhosa para registrar a preciosa exibição de amor, amizade e solidariedade entre os animais. O evento durou cerca de uma hora e meia e ocorreu dia 13 de dezembro. Ele afirma satisfeito: “O frio perdeu a importância. O cenário era simplesmente muito raro e tocante para que algo mais fizesse diferença”.

Amante da natureza, o fotógrafo que têm observado a manada durante três anos, tentou pesquisar sobre o comportamento dos animais, mas não encontrou referências para tanto.

Apenas no dia seguinte ele soube pelo tutor dos animais que o cavalo marrom acinzentado, vítima do mal-estar, provavelmente sofreu uma cólica, dor abdominal causada pelo sistema digestivo do animal.

Contudo o fotografo alega que nunca havia visto um comportamento como este antes e a cena afetou a forma como se relaciona com os animais: “Os cavalos estavam realmente tentando salvar seu amigo da morte”, conclui ele.

Embora cenas como esta façam parte do cotidiano dos animais elas são ignoradas pela humanidade com a conveniência da crença errônea de que os animais são inferiores ao ser humano e não tem sentimentos de dor, angustia e sofrimento.

Eles não só os tem, como tem também possuem sentimentos de lealdade, amizade e fraternidade, como tão bem nos mostram os cavalos mostrados neste vídeo emocionante.

Fonte: ANDA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.