CONTEÚDO ANDA Cachorra visita mercado chinês diariamente para evitar venda de filhotes recém-nascidos

https://i0.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/04/dog-7.jpg

Esta é uma história extremamente tocante sobre uma cachorra que decidiu proteger seus filhotes enjaulados que estão à venda em um mercado chinês.

A cachorra de aparência entristecida vai diariamente até o mercado noturno ver seus filhotes recém-nascidos, que possuem apenas um mês de vida.

https://i2.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/04/do2.jpg

Quando dois de seus filhotes foram vendidos, ela chegou a perseguir o comprador por algum tempo, em desespero para salvá-los.

As imagens foram capturadas em Hangzhou. O fotógrafo disse que estava a caminho de outro local quando viu uma multidão de pessoas se reunindo em torno da mamãe canina.

https://i2.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/04/do3.jpg

A cachorra de três anos se chama Le Le. O proprietário da barraca do mercado alegou que Le Le tinha dado à luz quatro filhotes cerca de um mês antes e dois deles foram vendidos, de acordo com o fotógrafo, que preferiu permanecer anônimo por razões de privacidade.

Os dois filhotes foram colocados em uma pequena gaiola e o vendedor esperou por potenciais compradores, segundo informado pelo Daily Mail.

O fotógrafo acrescentou que sempre que as pessoas mostravam interesses e apontavam para os cãezinhos de Le Le, ela virava a cabeça para olhar os potenciais compradores, tentando protegê-los.

https://i2.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/04/do4.jpg

Ele também foi informado de que Le Le era explorada pelo proprietário da barraca. Ela tinha dado à luz três vezes e, sempre que seus filhotes completavam um mês, eram colocados à venda nas ruas. Cada um deles foi comprado por 180 yuan (£ 20).

https://i0.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/04/do5.jpg

Depois que o fotógrafo publicou as fotos no site QQ, surgiram comentários criticando o proprietário da barraca.
Um usuário questionou: “Não sou um ativista, mas sei por que Le Le parecia tão triste. Por que [o proprietário] não podia deixar um cãozinho para Le Le?

https://i2.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/04/do6.jpg

“Ela teve que suportar a dor de perder seus filhos, uma vez atrás da outra. O proprietário é muito cruel”, apontou outra pessoa.

“Para você, é apenas um cachorro, mas, para Le Le, trata-se do filho dela”, completou outra.

Fonte: ANDA

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s