CONTEÚDO ANDA Imagens mostram bebê foca sendo covardemente abusado por pescadores

https://i0.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/02/seal-e1486559450570.jpg

Um vídeo postado no Facebook mostra três pescadores no condado de Yarmouth, no Canadá, com um filhote de foca branco muito pequeno em seu barco, com provavelmente apenas alguns dias de idade. Devido ao conteúdo perturbador da filmagem, a reportagem optou por não divulgá-la.

Filhotes de foca muito jovens são brancos e é proibido matá-los. Mas esses pescadores desprezaram completamente este regulamento.
“Eles o insultam, provocam, cutucam-no no rosto com uma boia de pesca. Você pode ver um homem chutando-o na cabeça com sua bota de borracha e apenas atormentando este animal jovem, aterrorizado”, disse Sheryl Fink, diretora de campanhas de vida selvagem canadense do International Fund for Animal Welfare (IFAW).

Também é possível ouvir risadas. O filhote no vídeo está obviamente aflito e tentando escapar, observou Fink. “É perturbador e um desrespeito total com um animal jovem muito aterrorizado”, disse Fink.

Mesmo que o assassinato não aconteça diante da câmera, o Departamento de Pescas e Oceanos (DFO) relata que o filhote morreu. No vídeo, um homem afirma: “OK, vamos matá-lo.”

A filmagem, que foi postada na página de Mark Allan MacKenzie no Facebook, foi removida desde então. MacKenzie, Jay Alexander Jenkins e Brendon Dougles James Porter estão enfrentando acusações após o DFO ser alertado. Segundo Fink, MacKenzie tem 17 condenações prévias.

“Felizmente, nesse caso, membros da comunidade interessados denunciaram o vídeo às autoridades”, disse Kerry Branon, gerente de relações com a mídia da IFAW, ao The Dodo.

https://i0.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/02/cbc.jpg

Uma ativista local, Caitlin Buchanan, está pressionando o DFO por meio de uma campanha que incentiva as pessoas a ligar para os escritórios do DFO e dizer aos funcionários para revogar as licenças de pesca dos homens. Localmente, as pessoas também têm realizado um comício fora do escritório do DFO.

Mas Fink diz que observa essa crueldade frequentemente. Todos os anos durante a caça comercial de focas, que ela testemunhou em primeira mão por 12 anos, cenários semelhantes ocorrem.

“Vemos esse tipo de comportamento na caça de focas. Isso mostra a falta de respeito pelas focas e animais selvagens marinhos, eles possuem sentimentos, podem sentir medo e sofrer”, disse Fink, acrescentando ter visto caçadores capturarem animais, posar para selfies, antes de levá-los pelas nadadeiras traseiras e jogá-los no gelo.

A IFAW têm lutado para que os pescadores sejam processados com o máximo de rigor estabelecido pela lei e mesmo isso não é suficiente. “Realmente queremos que melhorem as leis de crueldade animal no Canadá para que a crueldade com os animais possa ser processada mais adequadamente no futuro”, destacou Fink.

Fink teme que as penalidades por atormentar esse filhote até a morte sejam “muito fracas”. Um oficial de mídia do DFO declarou que a data do julgamento para este caso está agendada para abril.

Enquanto isso, outros filhotes de focas crescem e logo estarão em perigo. “Assim que mudarem suas peles brancas em poucas semanas, eles serão o alvo da caça comercial de focas do Canadá. O governo canadense deve permitir que 60 mil focas cinzentas sejam assassinadas neste ano”, revelou Branon.

“Encham as linhas telefônicas do DFO”, diz a página da campanha. “Se eles souberem que as pessoas estão indignadas, não terão escolha a não ser agir.”

Fonte: ANDA

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s